Cuidados com as plantas

 AGLAONEMA LAWAN CUIDADOS

 

AGLAONEMA LAWAN  

Ambientes internos: Escolha um local onde ela receba bastante luz indireta e fique longe do ar condicionado (ela odeia frio e secura!)

Ambientes externos: Ela se adapta bem a áreas externas desde que possuam sombra e sejam aquecidas, pois não toleram o frio ou geadas. 

Vaso Ideal: Cachepots. O tamanho indicado é o médio.

Rega: De 2 a 3 vezes por semana (é importante manter o solo úmido, mas sem encharcá-lo). Borrife água nas folhas durante o verão.

Adubação: A cada 3 meses.

ESSA AQUI SEU PET NÃO PODE COMER, faz mal!

 

Alocasia Polly como cuidar

 

ALOCÁSIA POLLY 

Ambientes internos: Ideais para ambientes mais sombreados, opte por um local bem arejado que recebam bastante luz indireta. Nunca as deixe em contato direto com o sol (ele pode queimar suas folhas).

Ambientes externos: Precisam ficar em locais mais sombreados. É importante que o clima da região seja propício, já que as alocásias não toleram temperaturas muito baixas.

Vaso Ideal: Vasos e cachepots. O tamanho indicado é o médio.

Rega: 2 vezes por semana (confira sempre se o solo está seco antes de regar novamente). Como ela adora umidade, borrife água em suas folhas com frequência. 

Adubação: Mensalmente durante a primavera e o verão.

ESSA AQUI SEU PET NÃO PODE COMER, faz mal!

 

ANTURIO COMO CUIDAR FLOR

 

ANTÚRIO

Ambientes internos: Reserve um espaço com bastante luminosidade indireta e bem aquecido, ele é inimigo de temperaturas baixas.

Ambientes externos: Como ele não tolera exposição direta ao sol, você pode plantá-lo abaixo de plantas maiores, garantindo assim a luminosidade ideal. 

Vaso Ideal: Vasos e cachepots. O tamanho indicado é o pequeno.

Rega: A cada 2 dias (em dias muito quentes borrife água em suas folhas).

Adubação: A cada 3 meses.

ESSA AQUI SEU PET NÃO PODE COMER, faz mal!

 
MANDACARU CACTO COMO CUIDAR

 

CACTO MANDACARÚ 

Ambientes internos: São ideais para espaços da casa com luz direta, mas se forem cultivados em meia-sombra, será necessário bastante luminosidade, raios solares indiretos e algumas horinhas de sol por dia.

Ambientes externos: A área externa com iluminação solar direta e ar fresco é a ideal para os cactos.

 Vaso Ideal: Vasos e cestos. O tamanho indicado é o grande.

Rega: A cada 7 dias em pequenas quantidades, mas isso irá depender do clima da sua região (regue somente quando o solo estiver completamente seco).

Adubação: Mensalmente.

NÃO TÓXICA

 

COLUMEIA COMO CUIDAR

 

COLUMÉIA

Ambientes internos: Ela não tolera luz solar direta, mas adora luminosidade, reserve um espaço dentro da sua casa com bastante luz difusa.

Ambientes externos: Por ser sensível a temperaturas muito baixas e luz solar direta, ela deve ser cultivada em um local com sombra ou luz indireta.

Vaso Ideal: Cuia, vasos e cachepots pendentes. O tamanho indicado é o grande.

Rega: De 2 a 3 vezes por semana (mantenha o solo úmido mas nunca encharcado).

Adubação: A cada 3 meses.

ESSA AQUI SEU PET NÃO PODE COMER, faz mal!

 

COMIGO NINGUEM PODE MARIANA COMO CUIDAR

 

COMIGO NINGUÉM PODE “MARIANA” 

Ambientes internos: Ideal para interiores, a mantenha em locais de meia-sombra e com pouco vento.

Ambientes externos: Cultive ela em um local com muita luminosidade, mas sem sol direto.

 Vaso Ideal: Vasos e cachepots. O tamanho indicado é o pequeno.

Rega: De 2 a 3 vezes por semana (lembre-se sempre de conferir se o solo está seco antes de regar novamente).

Adubação: A cada 3 meses.

ESSA AQUI SEU PET NÃO PODE COMER, faz mal!

 

CORACAO EMARANHADO COMO CUIDAR

 

CORAÇÃO EMARANHADO 

Ambientes internos: De meia-sombra, ela se adapta muito bem ao interior da casa em um cantinho com bastante luz difusa.

Ambientes externos: Por não tolerar o sol quente, ela deve ser colocada em um local com luz pela manhã e sombras à tarde.

Vaso Ideal: Cuias e vasos pendentes. O tamanho indicado é o médio.

Rega: A cada 2 dias (lembre-se sempre de conferir se o solo está seco antes de regar novamente).

Adubação: Mensalmente durante a primavera e verão.

NÃO TÓXICA

 

CROTON PEDRA COMO CUIDAR

 

CROTON PEDRA

Ambientes internos: Como precisam de muita luz para crescer, dê preferência a um cantinho da sua casa com o máximo de luz direta possível. 

Ambientes externos: Ideais para áreas externas, eles adoram iluminação direta e umidade. Não toleram o frio, portanto é necessário protegê-los durante temperaturas muito baixas.

Vaso Ideal: Vasos e cachepots. O tamanho indicado é o grande.

Rega: A cada 2 dias. Mantenha o solo sempre úmido, regando com quantidades menores de água, porém com mais freqüência, assim o solo não encharca e nem desidrata.

Adubação: 4 vezes ao ano.

ESSA AQUI SEU PET NÃO PODE COMER, faz mal!

 

DINHEIRO EM PENCA COMO CUIDAR PLANTA

 

DINHEIRO EM PENCA

Ambientes internos: Adepta da meia sombra é ideal para aquele cantinho da sua casa com bastante luz indireta.

Ambientes externos: Deve ser cultivada em local com sombra que receba luz indireta, já que não tolera exposição ao sol forte.

Vaso Ideal: Cuia e vasos pendentes. O tamanho indicado é o médio.

Rega: A cada 2 dias. Gosta de solo úmido, portanto, regue com quantidades menores de água, porém com mais freqüência, assim o solo não encharca e nem desidrata. 

Adubação: Mensalmente durante a primavera e o verão.

ESSA AQUI SEU PET NÃO PODE COMER, faz mal!

 

ESPADA DE SÃO JORGE COMO CUIDAR

 

ESPADA DE SÃO JORGE

Ambientes internos: Ela se adapta a qualquer ambiente da sua casa, tanto na luz difusa como na meia-sombra.

Ambientes externos: Ela tolera exposição direta com a luz solar, podendo ser disposta também em áreas externas.

Vaso Ideal: Vasos e cestos. O tamanho indicado é o grande.

Rega: A cada 20 dias, dependendo do clima (sempre se certifique que o solo está seco antes de regar novamente).

Adubação: A cada 6 meses.

ESSA AQUI SEU PET NÃO PODE COMER, faz mal!

 

FICUS LYRATA COMO CUIDAR PLANTA

 

FICUS LYRATA

Ambientes internos: Por gostar de muita luminosidade (sem ser direta), reserve um lugar com muita luz difusa para ela.

Ambientes externos: Pode ser cultivada sob sol pleno através do processo de “rustificação” que é ir apresentando o sol aos poucos para a planta. 

Vaso Ideal: Vasos e cestos. O tamanho indicado é o grande.

Rega: De 2 a 3 vezes por semana, regue de forma abundante deixando a água escorrer por todo o vaso para não apodrecer a raiz (em dias quentes borrife água em suas folhas).

Adubação: Anualmente.

ESSA AQUI SEU PET NÃO PODE COMER, faz mal!

 

FILODENDRO AMARELO COMO CUIDAR

 

FILODENDRO AMARELO 

Ambientes internos: Se adapta tanto à sombra como a meia-sombra, sendo perfeito para o cultivo dentro de casa.

Ambientes externos: Pode ser cultivado em área externa somente em regiões com clima quente já que não suporta temperaturas frias.

Vaso Ideal: Cuia e vasos. O tamanho indicado é o grande.

Rega: 2 vezes por semana.

Adubação: A cada 6 meses.

ESSA AQUI SEU PET NÃO PODE COMER, faz mal!

 

FILODENDRO BRASIL COMO CUIDAR

 

FILODENDRO BRASIL

Ambientes internos: Deve ser cultivado em uma área da sua casa com muita luz difusa ou em meia-sombra.

Ambientes externos: Pode ser cultivado em área externa somente em regiões com clima quente já que não suporta temperaturas frias.

Vaso Ideal: Cuia e vasos. O tamanho indicado é o grande.

Rega: 2 vezes por semana.

Adubação: A cada 6 meses.

ESSA AQUI SEU PET NÃO PODE COMER, faz mal!

 

FILODENDRO CORDATO COMO CUIDAR

 

FILODENDRO CORDATO

Ambientes internos: Ele gosta de muita luminosidade, então deixa aquele lugar da sua casa com bastante luz difusa reservado para ele.

Ambientes externos: Pode ser cultivado em área externa somente em locais que não recebam luz solar direta (ela deixa suas folhas amareladas e fracas).

Vaso Ideal: Cuia e vasos. O tamanho indicado é o grande.

Rega: 2 vezes por semana.

Adubação: A cada 6 meses.

ESSA AQUI SEU PET NÃO PODE COMER, faz mal!

 

FITONIA COMO CUIDAR

 

FITÔNIA

Ambientes internos: Deve ser cultivada em um local que receba bastante claridade, evitando áreas com correntes de ar, sol direto e ar condicionado.

Ambientes externos: Pode ser cultivada em áreas externas que não recebam luz solar direta e temperaturas muito baixas (elas provocam queimadura em suas folhas).

Vaso Ideal: Cuia e vasos amplos e baixos. O tamanho indicado é o médio.

Rega: 3 vezes por semana (mantenha o solo úmido mas nunca encharcado).

Adubação: A cada 3 meses.

ESSA AQUI SEU PET NÃO PODE COMER, faz mal!

 

HERA PLANTA COMO CUIDAR

 

HERA

Ambientes internos: Como ela gosta de ambientes com luminosidade natural, colocá-la perto de janelas e em lugares que não batem aquele sol forte direto é ter uma planta super saudável e feliz.

Ambientes externos: Tem como colocar a hera em ambientes que pegam sol por várias horas? tem sim, mas tem que ser feito aos poucos para não queimar as folhas e não pode ser aquele sol forte. É preciso fazer a “rustificação” que é ir apresentando o sol aos poucos para ela. 

Vaso Ideal: Vasos mais rasos e cuias. O tamanho indicado é o médio.

Rega: 3 vezes por semana durante o verão e 2 vezes nos demais meses, mantendo o solo úmido mas nunca encharcado.  

Adubação: 2 ou 3 vezes por ano são suficientes.

ESSA AQUI SEU PET NÃO PODE COMER, faz mal!

 

JIBOIA PLANTA COMO CUIDAR PENDENTE

 

JIBÓIA 

Ambientes internos: Ela se adapta bem aos ambientes de sombra, mas a luz indireta é a ideal, sendo perfeita para o cultivo dentro de casa. 

Ambientes externos: Pode ser cultivada em áreas externas através do processo de “rustificação” que é ir apresentando o sol ao poucos a planta.

Vaso Ideal: Cuias, vasos e cachepots amplos e baixos. O tamanho indicado é o grande.

Rega: 3 vezes por semana durante o verão e 2 vezes nos demais meses (lembre-se sempre de conferir o solo antes de regar novamente).

Adubação: A cada 3 meses.

ESSA AQUI SEU PET NÃO PODE COMER, faz mal!

 

PLANTA JIBÓIA PRATEADA COMO CUIDAR

 

JIBÓIA PRATEADA

Ambientes internos: Perfeita para cultivo em interiores, ela adora receber muita luz difusa.

Ambientes externos: Pode ser cultivada em áreas externas através do processo de “rustificação” que é ir apresentando o sol ao poucos a planta.

Vaso Ideal: Vasos baixos, cuias e cachepots pendentes. O tamanho indicado é o grande.

Rega: 3 vezes por semana durante o verão e 2 vezes nos demais meses (lembre-se sempre de conferir o solo antes de regar novamente).

Adubação: A cada 4 meses.

ESSA AQUI SEU PET NÃO PODE COMER, faz mal!

 

MARANTA BIGODE DE GATO PLANTA COMO CUIDAR

 

MARANTA BIGODE DE GATO

Ambientes internos: Escolha um cantinho com bastante luz difusa onde ela esteja protegida do vento e da luz solar direta (eles provocam o enrolamento e queimadura de suas folhas).

Ambientes externos: Em áreas externas ela precisa ficar num local em que esteja protegida do vento e que receba pouca luz.

Vaso Ideal: Vasos e cuias. O tamanho indicado é o grande.

Rega: 3 vezes por semana durante o verão e 2 vezes nos demais meses, mantenha o solo úmido mas nunca encharcado (em dias quentes borrife água em suas folhas).

Adubação: A cada 6 meses.

NÃO TÓXICA

 

MARANTA BURLE MARX PLANTA COMO CUIDAR

 

MARANTA BURLE MARX

Ambientes internos: Escolha um cantinho com bastante luz difusa onde ela esteja protegida do vento e da luz solar direta (eles provocam o enrolamento e queimadura de suas folhas).

Ambientes externos: Em áreas externas ela precisa ficar num local em que esteja protegida do vento e que receba pouca luz.

Vaso Ideal: Vasos e cuias. O tamanho indicado é o médio.

Rega: 3 vezes por semana durante o verão e 2 vezes nos demais meses, mantenha o solo úmido mas nunca encharcado (em dias quentes borrife água em suas folhas).

Adubação: A cada 6 meses.

NÃO TÓXICA

 

MARANTA CASCAVEL PLANTA COMO CUIDAR

 

MARANTA CASCAVEL

Ambientes internos: Escolha um cantinho com bastante luz difusa onde ela esteja protegida do vento e da luz solar direta (eles provocam o enrolamento e queimadura de suas folhas).

Ambientes externos: Em áreas externas ela precisa ficar num local em que esteja protegida do vento e que receba pouca luz.

Vaso Ideal: Vasos e cuias. O tamanho indicado é o médio.

Rega: 3 vezes por semana durante o verão e 2 vezes nos demais meses, mantenha o solo úmido mas nunca encharcado (em dias quentes borrife água em suas folhas).

Adubação: A cada 6 meses.

NÃO TÓXICA

 

MARANTA MEDALHÃO PLANTA COMO CUIDAR

 

MARANTA MEDALHÃO

Ambientes internos: Escolha um cantinho com bastante luz difusa onde ela esteja protegida do vento e da luz solar direta (eles provocam o enrolamento e queimadura de suas folhas).

Ambientes externos: Em áreas externas ela precisa ficar num local em que esteja protegida do vento e que receba pouca luz.

Vaso Ideal: Vasos e cuias. O tamanho indicado é o grande.

Rega: 3 vezes por semana durante o verão e 2 vezes nos demais meses, mantenha o solo úmido mas nunca encharcado (em dias quentes borrife água em suas folhas).

Adubação: A cada 6 meses.

NÃO TÓXICA

 

MARANTA PAVAO COMO CUIDAR PLANTA

 

MARANTA PAVÃO

Ambientes internos: Escolha um cantinho com bastante luz difusa onde ela esteja protegida do vento e da luz solar direta (eles provocam o enrolamento e queimadura de suas folhas).

Ambientes externos: Em áreas externas ela precisa ficar num local em que esteja protegida do vento e que receba pouca luz.

Vaso Ideal: Vasos e cuias. O tamanho indicado é o grande.

Rega: 3 vezes por semana durante o verão e 2 vezes nos demais meses, mantenha o solo úmido mas nunca encharcado (em dias quentes borrife água em suas folhas).

Adubação: A cada 6 meses.

NÃO TÓXICA

 

MARANTA RISCADA PLANTA COMO CUIDAR

 

MARANTA RISCADA

Ambientes internos: Escolha um cantinho com bastante luz difusa onde ela esteja protegida do vento e da luz solar direta (eles provocam o enrolamento e queimadura de suas folhas).

Ambientes externos: Em áreas externas ela precisa ficar num local em que esteja protegida do vento e que receba pouca luz.

Vaso Ideal: Vasos e cuias. O tamanho indicado é o médio.

Rega: 3 vezes por semana durante o verão e 2 vezes nos demais meses, mantenha o solo úmido mas nunca encharcado (em dias quentes borrife água em suas folhas).

Adubação: A cada 6 meses.

NÃO TÓXICA

 

MARANTA TRIOSTAR COMO CUIDAR COMPRAR PLANTA

 

MARANTA TRIOSTAR

Ambientes internos: Escolha um cantinho com bastante luz difusa onde ela esteja protegida do vento e da luz solar direta (eles provocam o enrolamento e queimadura de suas folhas).

Ambientes externos: Em áreas externas ela precisa ficar num local em que esteja protegida do vento e que receba pouca luz.

Vaso Ideal: Vasos e cuias. O tamanho indicado é o médio.

Rega: 3 vezes por semana durante o verão e 2 vezes nos demais meses, mantenha o solo úmido mas nunca encharcado (em dias quentes borrife água em suas folhas).

Adubação: A cada 6 meses.

NÃO TÓXICA

 

MARANTA ZEBRINA COMO CUIDAR PLANTA COMPRAR

 

MARANTA ZEBRINA

Ambientes internos: Escolha um cantinho com bastante luz difusa onde ela esteja protegida do vento e da luz solar direta (eles provocam o enrolamento e queimadura de suas folhas).

Ambientes externos: Em áreas externas ela precisa ficar num local em que esteja protegida do vento e que receba pouca luz.

Vaso Ideal: Vasos e cuias. O tamanho indicado é o grande.

Rega: 3 vezes por semana durante o verão e 2 vezes nos demais meses, mantenha o solo úmido mas nunca encharcado (em dias quentes borrife água em suas folhas).

Adubação: A cada 6 meses.

NÃO TÓXICA

 

NERPENTES CARNÍVORA ONDE COMPRAR COMO CUIDAR PLANTA CARNÍVORA

 

NERPENTES CARNÍVORA 

Ambientes internos: Um lugar dentro de casa com bastante claridade será perfeito para elas. Deixe-as expostas ao sol da manhã algumas horinhas por dia.

Ambientes externos: Elas gostam muito de claridade, mas deixá-las ao sol o dia todo poderá queimá-las, então separe um cantinho em sua área externa com pouca luz.

Vaso Ideal: Vasos e cachepots. O tamanho indicado é o médio.

Rega: A rega pode ser feita diariamente (quando em altas temperaturas), ou uma vez a cada 3 dias durante o inverno (deixe o solo sempre úmido, mas nunca encharcado). Na hora da rega não deixe os tubos e a sua folhagem de fora.

Adubação: Não é necessária. 

ESSA AQUI SEU PET NÃO PODE COMER, faz mal!

 

ONDE COMPRAR PACOVÁ PLANTA COMO CUIDAR

 

PACOVÁ

Ambientes internos: Ele só precisa de uma área com luz indireta ou pode ser cultivada a meia-sombra. 

Ambientes externos: Em área externa separe um lugar com pouca luz onde ele receba incidência de sol só pela manhã ou fim da tarde.

Vaso Ideal: Vasos e cachepots. O tamanho indicado é o grande.

Rega: Uma vez por semana (deixe o solo sempre úmido, mas nunca encharcado).

Adubação: A cada 6 meses.

ESSA AQUI SEU PET NÃO PODE COMER, faz mal!

 

PALMEIRA MINI CAMADÓREA DE MESA COMO CUIDAR ONDE COMPRAR

 

PALMEIRA CAMADÓREA

Ambientes internos: Ela só precisa de uma área em que receba luz indireta para ser cultivada.

Ambientes externos: Ela pode ser cultivada em áreas externas através do processo de “rustificação” que é ir apresentando o sol aos poucos a planta ou em local com meia-sombra.

Vaso Ideal: Vasos e cachepots. O tamanho indicado é o pequeno.

Rega: 2 vezes por semana (deixe o solo sempre úmido, mas nunca encharcado).

Adubação: Mensalmente durante a primavera e verão.

ESSA AQUI SEU PET NÃO PODE COMER, faz mal!

 

PALMEIRA RAPHIS COMO CUIDAR ONDE COMPRAR PLANTA

 

PALMEIRA RAPHIS

Ambientes internos: Pela sua facilidade de adaptação, ela pode ser cultivada em qualquer lugar da casa, tanto na luz difusa como em meia-sombra.

Ambientes externos: Ela pode ser cultivada em uma área em que receba sol pleno.

Vaso Ideal: Vasos e cachepots. O tamanho indicado é o grande.

Rega: 2 vezes por semana (deixe o solo sempre úmido, mas nunca encharcado).

Adubação: Mensalmente.

NÃO TÓXICA

 

PEPERÔMIA MELANCIA ONDE COMPRAR COMO CUIDAR

 

PEPERÔMIA MELANCIA

Ambientes internos: A luz difusa é a ideal, separe um cantinho bem iluminado (mas sem luz solar direta) para ela.

Ambientes externos: Pode ser cultivada em área externa em locais com luz difusa.

Vaso Ideal: Cuia. O tamanho indicado é o grande.

Rega: A cada 5 dias (espere o solo secar antes de regar novamente) .

Adubação: De 3 a 4 vezes ao ano.

ESSA AQUI SEU PET NÃO PODE COMER, faz mal!

 

PEPERÔMIA FILODENDRO COMO CUIDAR ONDE COMPRAR

 

PEPERÔMIA-FILODENDRO

Ambientes internos: Separe um cantinho com bastante luz difusa ou à meia-sombra para ela.

Ambientes externos: Pode ser cultivada em área externa que não receba luz solar direta (o sol pleno queima suas folhas).

Vaso Ideal: Cuia e cachepots pendentes. O tamanho indicado é o grande.

Rega: A cada 2 dias (espere o solo secar antes de regar novamente) .

Adubação: A cada 3 meses.

ESSA AQUI SEU PET NÃO PODE COMER, faz mal

 

PILEA PEPEROMIOIDES COMO CUIDAR ONDE COMPRAR PLANTA DO DINHEIRO

 

PILEA PEPEROMIOIDES 

Ambientes internos: Separe um cantinho com bastante luz difusa ou à meia-sombra para ela com boa ventilação.

Ambientes externos: Pode ser cultivada em área externa em que não receba luz solar direta (o sol pleno queima suas folhas).

Vaso Ideal: Vasos e cachepots. O tamanho indicado é o médio.

Rega: 2 vezes por semana (deixe o solo sempre úmido, mas nunca encharcado).

Adubação: Mensalmente durante os meses da primavera e do verão.

NÃO TÓXICA

 

RHIPSALIS MACARRAO PLANTA PARECIDA COM ALGA ONDE COMPRAR COMO CUIDAR

 

RHIPSALIS MACARRÃO

Ambientes internos: Ela pode ser cultivada em qualquer lugar da sua casa, tanto na luz difusa como em meia-sombra.

Ambientes externos: Em áreas externas, ela pode ser cultivada em sol pleno ou meia-sombra.

Vaso Ideal: Cuias e cachepots pendentes. O tamanho indicado é o grande.

Rega: Varia de acordo com o tipo de ambiente em que ela é cultivada, 2 vezes por semana à meia-sombra e 3 vezes por semana sob sol-pleno (quando regar, borrife água em toda a sua extensão).

Adubação: Mensalmente.

NÃO TÓXICA

 

 

 

 

 

Nossas plantas são naturais, por isso pode sofrer pequenas alterações. Cada uma é única mas o padrão de qualidade é sempre o mesmo!

 
Pague com
  • Pagar.me V2
Selos
  • Site Seguro

INDOOR PLANTAS LTDA - CNPJ: 36.140.114/0001-84 © Todos os direitos reservados. 2021